Loja Maçônica Thêmis e Ágora Nº 20 realiza palestra com tema “Manipulação de dados de Usuários da In


O modo de as pessoas se comunicarem nunca parou de mudar. E nos últimos anos este processo acelerou. O que antes só era observado depois de passados longos períodos, agora não suporta uma geração humana. Isto implica dizer que a pessoa certamente terá que lidar com as mudanças desde que nasce até sua morte.

Para a Geração Z tudo isto é um processo natural; nem tão natural assim para boa parte da Geração Y; o que já se torna mais árduo e complexo para a Geração X; quando falamos da Geração Baby Boomer, aí a coisa se complica e a grande maioria sofre com este ritmo acelerada nas transformações das tecnologias.

Neste sentido, a GBLS Thêmis & Ágora n. 20 propôs um debate que reunissem todas estas gerações para discutir como melhor se adaptar no escopo destas mudanças.

Dada a relevância do assunto o Venerável Mestre, Irmão Emerson Boritza convidou o especialista no assunto, Edgar Kaiser, CEO (Chairman Executive Office) da Eficiência Fiscal (https://eficienciafiscal.com.br/), uma empresa de tecnologia do estado de Rondônia listada na “100 Startups to Watch”, de acordo com as marcas Pequenas Empresas & Grandes Negócios em parceria com a Época Negócios e Corp.vc/EloGroup, para que realizasse uma palestra sobre estas transformações porque as tecnologias de comunicação.

Kaiser abordou incialmente assunto Fake News e os prejuízos que ela poder gerar na vida das pessoas. Inclusive com registro de pessoas que foram linchadas pela população em razão da não confirmação da fonte da notícia.

Assunto mais moderno são as deepfake, usadas recentemente na campanha ao governo de São Paulo, que também foi abordado.

Kaiser fez uma demonstração de como é simples produzir notícias falsas e creditá-la a um canal de notícias confiável, embora bastante grosseiras e facilmente identificáveis.

Além deste assunto, foi abordado como os grandes players (google, facebook, amazonon, por exemplo) utilizam nossos passos, conhecidos como pegadas digitais, no universo online.

Ao final, depois de responder a muitas perguntas, Edgar Kaiser disse da importância das pessoas serem vigilantes para não se tornarem reféns da manipulação de dados deixados quando acessam o mundo virtual.

O 1º Vigilante, irmão Pedro Bertelli, disse que “até por fazer parte da geração Baby Boomer, para mim é mais difícil acompanhar, por isso este debate proposto pela Oficina é de fundamental importância.”

Por fim, o Venerável Mestre, irmão Emerson Boritza, disse ter ficado feliz pela participação em peso dos irmãos, cunhadas e sobrinhos, para ele “este processo de trazer a família (cunhadas e sobrinhos) para dentro das sessões e proporcionar conteúdos que possam servir de crescimento pessoal faz com que a Maçonaria seja mais assertiva e integrativa.”


0 visualização