Instalada Ordem dos Escudeiros da Távola Redonda em Porto Velho


“Acreditamos no futuro”, com essas singelas palavras, podemos dizer que a Maçonaria Rondoniense e o Grande Conselho Estadual da Ordem DeMolay de Rondônia, vem trabalhando em prol das entidades para-maçônicas. Exemplo desde empenho foi a iniciação e a instalação do Castelo Manoel Edson da Silva nº 75 da Ordem dos Escudeiros da Távola Redonda, na manhã do dia 29 de maio, no Palácio da Grande Loja Maçônica do Estado de Rondônia.


A instalação do mais novo Castelo do Brasil foi dirigida sob a batuta do Castelo Elton Soares de Oliveira nº 27 da cidade de Rio Branco/AC, com os oficiais: Dante Cauã - Mestre Escudeiro; José Vítor - 1º Escudeiro; João Guilherme - 2º Escudeiro; Lucas Nogueira - Capelão; Hendrick Rogério - Mestre de Cerimônias; Apolo Mendes - Secretário; Mixon Filho - Tesoureiro; Gionanni Amaral - Nobre Cavaleiro e tio Edvan Rogério - Consultor do Castelo, sendo sua comitiva de 25 pessoas, entre elas estava os irmãos da executiva do Grande Conselho Estadual da Ordem DeMolay do Acre: Ailton Maciel - Grande Mestre Estadual; Alexsander Mendes - Grande Mestre Estadual Adjunto; Mipis Araújo - Grande Secretario Estadual Adjunto e Ianes Nogueira - Past Grande Mestre Estadual do Acre e atual Grande Orador Estadual Adjunto; além de autoridades de Rondônia: Tiago Geronimo - Grande Tesoureiro Nacional do SCODRFB; Valber Gama - Grande Mestre Estadual Adjunto; Ed Carlos - Subsecretário Relações Para-Maçônicas e Edilson Ribeiro - Oficial Executivo da 1ª Região.


A cerimônia inicialmente aberta pelo Castelo de Rio Branco, iniciou os trabalhos com os alistamentos dos escudeiros Italo, João, Vinicius e Allan. Uma cerimônia que emocionou seus pais, pois significa um importante passo no desenvolvimento dessas futuras lideranças. Após feito o alistamento, deu-se a instalação do Castelo Manoel Edson da Silva nº 75, ficando sua composição da seguinte forma: Italo Bergamin -Mestre Escudeiro; João - 1º Escudeiro; Allan - 2º Escudeiro; Vinicius - Tesoureiro; Paulo Henrique - Nobre Escudeiro e o tio Hélio Abreu - Consultor do Castelo.


Já nas considerações finais além de todo o prestígio ser direcionado aos novos escudeiros, foi lembrado a figura do tio Manoel Edson da Silva, um maçom dedicado com uma excelente participação nas atividades maçônica, além de ex-Presidente do Conselho Consultivo do Capítulo Paulo Roberto de Amorim nº 732. E além tudo, um excelente esposo, pai dedicado na criação de seus filhos e netos, que nos deixou fisicamente no ano de 2014, porém o que fica são as boas lembranças e hoje um legado com a fundação desse castelo, que contará com os apoios da Loja Maçônica Paz Universal nº 18, da Sereníssima Grande Loja Maçônica do Estado de Rondônia e do Grande Conselho Estadual da Ordem DeMolay de Rondônia.


Autor: Valber Filho Menezes Gama, Chev. Grande Mestre Estadual Adjunto da Ordem DeMolay de Rondônia


21 visualizações