• João Cantarelli

Eleição e Posse - Capitulo Madeira Mamoré e Lux et Véritas.

A pouco mais de 3 (três) anos nascia o CAPITULO MADEIRA MAMORÉ Nº93, fruto da abnegação de valorosos Irmãos que sonhavam com a expansão do RITO DE YORK e seus Graus Superiores, "destemidos" irmãos que se deslocaram ao Oriente de Cacoal - RO no Capitulo Forte Príncipe da Beira nº 68, e serem feitos Maçons do Real Arco e assim retornarem com conhecimentos para o desenvolvimento do novo Capitulo, estando assim constituído: Sumo Sacerdote: MARCUS VINICIUS DOS SANTOS - Rei: MARCOS FERREIRA DO NASCIMENTO - Escriba: PAULO LUCIANO BASTOS BOTELHO - Tesoureiro: MARCELO LINCON GUIDIO e Secretário: RICARDO JOSÉ GOUVEIA CARNEIRO, foram três anos de muita dedicação, trabalhando como Capitulo "etinerante" ora com Sessões em Porto Velho, ora com Sessões em Ariquemes, os Companheiros se desdobravam trafegando mais de 200 km para a realização dos trabalhos, alguns Companheiros ficaram pelo caminho, porém muitos vieram a somar e após este longo e exaustivo período o Capitulo Madeira Mamoré nº 93 de Maçons do Real Arco, auxilia na Criação do Capitulo LUX ET VÉRITAS Nº 117, instalando no oriente de Ariquemes, facilitando os trabalhos dos companheiros de Porto Velho e Ariquemes.


Na mesma toada de trabalho e dedicação aos Graus Superiores do Rito de York, o Capitulo LUX ET VÉRITAS Nº 117 assim tem formada sua Primeira gestão  Sumo Sacerdote: NILTON MARENA - Rei: MARCOS FERREIRA DO NASCIMENTO - Escriba: IZAUTONIO DA SILVA MACHADO JUNIOR, os trabalhos ocorrerão na Sala da A.R.L.S. VALE DO JAMARI Nº38

Os trabalhos no Capitulo Madeira Mamoré nº 93 passam definitivamente serem executados no Oriente de Porto Velho, na Sala da A.R.B.L.S. JACQUES DEMOLAY Nº36, a gestão assim sendo eleita: Sumo Sacerdote: PAULO LUCIANO BASTOS BOTELHO - Rei: RICARDO JOSÉ GOUVEIA CARNEIRO - Escriba: PAULO CÉSAR BERGAMIN.


Fica aqui registrado nosso agradecimento a todos os Companheiros de Ariquemes, Monte Negro e Porto Velho que incansavelmente se dedicaram ao Capitulo Madeira Mamoré nº 93, que mesmo nos momentos de "turbulência" de "desafios", jamais perderam o ânimo e coragem de assumir seus compromissos e conduzir este Capitulo até aqui, porém de maneira incondicional e irrestrita o nosso agradecimento mais que especial ao nosso Sumo Sacerdote MARCUS VINICIUS DOS SANTOS que jamais esmoreceu, jamais demonstrou seu cansaço e que por vezes "carregou" o pesado fardo do Capitulo sem "titubear ou pisar em falso", parabéns nosso "eterno Sumo Sacerdote" e muito, muito obrigado.


By Paulo César Bergamin.  



66 visualizações