top of page

GLOMARON promove estudos sobre o Metaverso e a Maçonaria

À medida que a Tecnologia se desenvolve exponencialmente, os seres humanos acompanham esta tendência conectando cada vez mais o mundo físico ao mundo virtual.


O número de usuários ativos (os que acessam a rede regularmente) no mundo se aproximou da marca de 5 bilhões de pessoas em janeiro, de acordo com o estudo Digital 2022: Global Overview Report, publicado pelo site Datareportal. Isso representa quase 63% da população do mundo


Na Maçonaria, a realização de reuniões por videoconferência entrou em voga no Brasil durante a pandemia que teve início em 2020, e desde então, mantém a tendência de se perpetuar, diante da ampla aderência de milhares de Irmãos, que encontraram uma nova forma de obter conhecimentos e ao mesmo tempo exercerem a fraternidade em ambiente virtual.


Na esteira deste fenômeno, foram criadas no Brasil as Lojas Maçônicas Virtuais, com Carta Constitutiva emitida por potências regulares, a exemplo de outras que já existiam no Canadá e na Austrália. Atualmente estão devidamente instaladas as Lojas Virtuais "Lux in Tenebris nº 47” GLOMARON, "Luz e Conhecimento nº 103" GLEPA, "Estrela Polar nº 433" GOPSP e "Parahyba do Norte nº 41 GOPB.


Mas a evolução não para por aí. Agora com o advento da Web 3 estamos diante de mais uma grande revolução da forma como nós nos conectamos e entendemos as informações. Estamos falando do Metaverso, conceito que une o mundo real e o virtual através da realidade virtual, realidade aumentada e mista.


O Metaverso é a terminologia que replica o mundo real no virtual e vice e versa, usando um ambiente 3D através de um espaço coletivo, é a nova camada da internet que permite criar simulações e novas experiências que podem aumentar a produtividade de pessoas no mundo inteiro.


Poderão os Irmãos agora realizar reuniões no Metaverso?


O Metaverso que por intermédio da realidade mista, permite aos participantes que se reúnam em um ambiente virtual, que pode ser um Templo Maçônico Virtual, onde os presentes controlam seus avatares, trocam falas em tempo real e se movimentam como se estivessem em um local físico.


Analistas da evolução tecnológica acreditam que reuniões maçônicas no Metaverso são algo simplesmente inevitável no futuro próximo, fruto de um processo natural da interação que as novas gerações terão com esse tipo de tecnologia.


Pensando em trazer o futuro para agora através de metodologias como moonshots a Loja Virtual Lux in Tenebris nº 47, da GLOMARON, por seu Venerável Mestre Izautonio Machado, com o apoio profissional do especialista em tecnologias exponenciais Carlos Eduardo Franco da empresa FLIP Reset, e com a autorização do Grão-Mestre Paulo Tupan, deu início a estudos e testes para avaliar a possibilidade de reuniões maçônicas no Metaverso.


Nestes vídeos, você irá conhecer o Templo Maçônico que está sendo desenvolvido, entender como funcionarão os diálogos entre os avatares e ter uma visão geral sobre o assunto.


Texto: Izautonio da Silva Machado Junior





1.485 visualizações

Comentarios


bottom of page