Sessão magna de Sagração do Templo da Loja Cyrillo Carvalho Neves em Urupá – RO.

No ultimo dia 14 de dezembro, no Oriente de Urupá – RO, houve a Sagração do Templo próprio da Augusta e Respeitável Loja Simbólica Cyrillo Carvalho Neves nº 40, que trabalha no Rito Escocês Antigo e Aceito. Sob a direção do Sereníssimo Grão-Mestre, Irmão Paulo Benevenute Tupan, participaram da Sessão o Grão-Mestre Ad Vitam, Irmão Aldino Brasil de Souza, Venerável Mestre, Irmão Willian Dias da Silva, e os Irmãos Agnaldo Ferreira Costa, Ailton Santos Alkimim Palma, Antônio de Assis Soares Furtado, Fábio José de Souza, Flávio Rodrigues, Gilberto Gomes do Rego, Hélio Felici, Joaquim Gonzaga Nunes, José de Arimateia Alves, Josiel Miranda Pereira, Leomar Bento; Luiz Carlos T. Cappovilla; Raimundo Gomes da Silva, Tadeu Alves Pereira; Valdir Moreira da Silva, Vando Alves da Rocha, Valderi Rocha Rodrigues e Wesley Alves Batista.


Na ocasião, o Irmão Porongo doou uma novilha para às obras da Loja, que após rifa, doações, a novilha foi comprada durante a sessão pelo Irmão Reinaldo e ao final da Sessão, foram arrecadados R$ 6.000,00 com a novilha. O Irmão Fausto também doou 20 sacos de cimento e Tronco recolhido na Bolsa de Beneficência, será transformado em cestas básicas que serão distribuídas pelos Irmãos até o Natal.


Os Irmãos durante a Palavra a bem da Ordem falaram da dificuldade na construção do Templo, que só foi possível graças a dedicação de todos, pois, foram muitas as atividades para angariar recursos.


O Irmão Secretário leu uma mensagem de agradecimento, a qual destacava os nomes do Serenissimo GM, Irmão Paulo Benevenute Tupan, Eminente GMA Irmão Francimar Dias Rodrigues, GM Ad Vitam Irmão Aldino Brasil e Irmão Juscelino Moraes do Amaral e GM Adj Ad Vitam Antônio Alves Pereira e Antônio Carlos Nascimento. Tambem agradeceu ainda ao GM Ad Vitam Aldino Brasil que de fundamental importância para esta Loja, tanto na elaboração do projeto, do estandarte, de recursos financeiros e materiais.


Falou da importância do Irmão Maurino que com certeza 80% desse trabalho de construção ele executou, e do Irmão Flávio que deu grande contribuição, assim como todos os IIr.’. que ajudam conforme suas possibilidades.


O Irmão José de Arimatéia Alves, Juiz do Tribunal de Justiça Maçônica leu datas para contextualização da construção da Loja desde a sua fundação até a pedra fundamental.


O Sereníssimo Grão-Mestre, Irmão Paulo Benevenute Tupan, em sua fala, elogiou a todos os obreiros de Urupá e das Lojas da Região, que em muito contribuíram a para a construção do Templo e disse que o mesmo deve ser usado para a Liturgia.


Clique aqui e veja as imagens!

113 visualizações